CFT – COORDENAÇÃO FEDERATIVA DE TRABALHADORES DO PARANÁ

  • Registrar-se
    *
    *
    *
    *
    *
    Fields marked with an asterisk (*) are required.

Especialistas defendem proposta de colocar biblioteca e computador nas casas populares

E-mail Imprimir PDF

As unidades do programa Minha casa, Minha Vida podem ser entregues com computadores e uma biblioteca com 20 livros. Isto é o que estabelece o projeto (PLS 203/2014) debatido em audiência pública nesta quarta-feira (16) na Comissão de Educação, Cultura e Esportes.

Durante o debate, o coordenador-geral de Mídias e Conteúdos Gerais do Ministério da Educação, Marcos Toscano, elogiou a proposta e disse que ela pode colaborar no desenvolvimento dos estudantes em um momento de cobrança de novos conteúdos educacionais.

— A OCDE, organização que realiza o PISA, o mais importante teste de desempenho educacional do mundo, vem incluindo dentro de seus exames uma série de testes para habilidades de leitura em meio digital, de navegação na rede mundial de computadores, resolução de problemas matemáticos com auxílio de computadores — disse Marcos Toscano.

A senadora Regina Sousa (PT-PI) observou que as prioridades estão sendo alteradas no mundo atual.

— A demanda antigamente era água, energia, calçamento. Agora é Internet — disse.

Para Volnei Canônica, do Ministério da Cultura, o projeto tem o mérito de incluir a discussão sobre a leitura no interior das famílias.

— É um projeto que possibilita uma mobilização da sociedade para a temática da leitura, ampliação da mobilização da sociedade, ampliação do papel da família — assegurou Volnei.

O autor do projeto, senador Cristovam Buarque (PPS-DF), afirmou que a proposta deveria ser estendida para além das unidades do Programa Minha Casa, Minha vida.

Deveria ser não só nas casas do Minha Casa, Minha vida, mas em todas as casas do Brasil. Deveríamos ter esse incentivo. Se as crianças brasileiras não tivessem bola por perto, eles nunca virariam jogadores de futebol. É impossível ler se não tem livro por perto — acrescentou Cristóvam.

O projeto está na pauta da Comissão de Educação sob a relatoria do senador José Agripino (DEM-RN). Se aprovada, será analisada pela comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo.

 

Fonte: Agência Senado

 
Você está aqui: Home Notícias Destaque Especialistas defendem proposta de colocar biblioteca e computador nas casas populares